Patrocínio

2022, e agora?

Artigo redigido por Mário Oliveira - CEO da Modho → 31/5/21

5,4,3,2,1 – FELIZ 2022!

Daqui a poucos meses é essa a contagem que estaremos fazendo e vamos novamente iniciar um novo ano, um novo plano estratégico para nossas empresas, novas metas, novos desafios, novos sonhos. Tudo novo de novo.

Mas até lá ainda tem tanto tempo a viver, tanta coisa a fazer.

Esse artigo não é para falar de 2022, muito longe disso. É para falar do HOJE, desse exato momento e do que você está realizando hoje para estar à frente quando 2022 chegar.

Todo empreendedor de sucesso sempre está à frente do seu tempo, antenado a tudo que acontece no mercado interno, externo e principalmente conectado as grandes inovações que fazem a diferença no mercado. Lembro-me bem quando há alguns anos nos cursos da UNIABLA que eu ministrei em dezenas de cidades do Brasil e quando se falava sobre a “assinatura de veículos para pessoa física” existia uma descrença, existia um olhar negativo de desconfiança e hoje já é uma grande realidade no mercado de locação nacional.

Mas e o que vem pela frente? O que 2022 nos guarda e que eu preciso estar atento para que como empreendedor consiga levar minha empresa para posições de ainda mais destaque.

Quero aqui citar alguns movimentos que estão acontecendo no mercado como um todo e que você precisa estar atento e aplicar de forma exponencial e imediatamente em sua empresa, escolhi 5 pontos centrais para que você possa se autoavaliar.

5) IAD – Inteligência Artificial do Detalhe – não é mais sobre IA “inteligência artificial”, sobre a “internet das coisas”, isso fazia parte da era antes da COVID. O mundo evoluiu décadas de tecnologia durante a pandemia e hoje o olhar está sendo numa inteligência ainda mais realista e desafiadora e é crucial que você tenha acesso a softwares que te tragam informações em tempo real com uma rica base de dados para que você e seu time tenham a capacidade de tomar decisões com base no “detalhe, do detalhe, do detalhe”. Meu público é de mulheres, com filhos, que buscam status e facilidade diária – o que eu consigo incluir no meu “business” de diferencial competitivo com base nessas informações? O que quero dizer é que cada vez mais a personalização da prestação de serviço será crucial para as empresas de ponta. Oferecer mais do mesmo é um tiro nos dois pés, oferecer o que o “vizinho” oferece é um corte no calcanhar porque o mercado continuará a ser cada vez mais dinâmico e você precisa definir quem é o seu cliente ideal e qual a sua grande diferenciação para o seu cliente ideal e você só faz isso com informação precisa e de qualidade.

4) AMBIENTAÇÃO – Você com certeza já ouviu falar na expressão  “Design Thinking”  que é o conjunto de ideias e insights para abordar problemas, relacionados a futuras aquisições de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções. Como uma abordagem, é considerada a capacidade para combinar empatia em um contexto de um problema, de forma a colocar as pessoas no centro do desenvolvimento de um projeto; criatividade para geração de soluções e razão para analisar e adaptar as soluções para o contexto. Adotado por indivíduos e organizações, principalmente no mundo dos negócios, bem como em engenharia e design contemporâneo, o design Thinking tem visto sua influência crescer entre diversas disciplinas na atualidade, como uma forma de abordar e solucionar problemas. Sua principal premissa é que, ao entender os métodos e processos que designers usam ao criar soluções, indivíduos e organizações seriam mais capazes de se conectar e revigorar seus processos de criação a fim de elevar o nível de inovação. Aqui falamos de inovação, de facilidade de compreensão e usabilidade através do design. Veja o que os grandes players do mercado bancário construíram criando os bancos digitais e a desburocratização do processo de abertura e relacionamento de contas. Isso é aplicar o design como parte do processo de ambientação da experiência do cliente na sua empresa, isso é pensar na jornada do cliente e não no processo. A sua grande pergunta é essa: O que tenho feito para facilitar a jornada do cliente na experiência do meu produto e serviço? Ninguém quer perder mais tempo com processos complexos.

3) Um novo “My Club” Um dos principais motivos de ascensão de grandes produtos globais nos últimos anos certamente foi o que podemos dizer de ajustes de “MyClub”. Nos meus cursos de influência em vendas eu ensino isso como sendo um dos gatilhos de venda mais fortes que existe que é o PERTENCIMENTO. Eu pertenço ao clube de Harley, pertenço ao clube de amantes de vinho ou cerveja, eu sou personalité, Gold, Master Plus, Black, eu pertenço ao clube da marca X,Y,Z. Saiba que pertencer é a maior necessidade do ser humano e muitas empresas já utilizam isso como um grande diferencial de fidelização de clientes. Quem pertence tem benefícios exclusivos, vantagens e diferenciais personalizados e principalmente uma tratativa toda diferenciada pela empresa.

2) Evolução de Carreiras – A formação de um time de sucesso continuará a ser um grande desafio para os grandes líderes empreendedores. As carreiras estão mudando, novas profissões estão surgindo, novas gerações chegando no mercado. No seu controle estarão inúmeras decisões que envolvem sistemas, dados, robotização, bastidores, estratégias, percepções, visões e principalmente como ter a certeza de colocar a “peça humana certa” no lugar certo. Não dá mais para esperar. O Gestor que não entender muito sobre pessoas ficará fadado a sorte, a indicação, a dependência do que as pessoas querem para suas carreiras e não mais o que você realmente quer e precisa para a sua empresa. Vale dizer que não é que você terá que ser um técnico, um coach, um psicólogo. Não é sobre isso. É sobre ter empatia, saber escutar, ter analise critica estratégica e não emocional, é sobre saber ler postura comportamental, identificar as reais intenções pela fala das pessoas e assim ter a capacidade de tomar as melhores decisões com relação a quais carreiras escolher e quais pessoas investir para contribuir com o crescimento da sua empresa. Esse papel é seu.

1)  SAÚDE (MENTAL, EMOCIONAL, FÍSICA, ESPIRITUAL) – Já chega! Já Basta! Já era. Esse é o ponto mais importante: – As Pessoas! As pessoas ainda estão doentes e não é de uma síndrome gripal – é muito além disso. As pessoas estão fisicamente doentes porque estão trabalhando mais e tendo menos tempo para si. As pessoas estão emocionalmente doentes porque não estão se socializando tanto quanto antes e estão cada vez mais introspectivas. As pessoas estão mentalmente doentes porque tem tanta informação disponível, tantas decisões a tomar, tantas “coisas a fazer”, tantas possibilidades que causam desgaste e obesidade mental. Muitas pessoas estão espiritualmente doentes porque perderam a conexão com seu propósito de vida, com sua missão e estão vivendo a mecanização da rotina. Muitas crianças estão doentes, muitos adultos estão doentes, muitos líderes estão doentes. Muitos empresários estão doentes. Essa será uma realidade muito presente e não só durante 2022 (e sim já agora) e você que é líder, empresário e empreendedor tem também essa responsabilidade porque pessoas doentes constroem organizações doentes e o seu papel não é só o de curar, é sim o de recomendar a busca pelo tratamento. Seja esse um tratamento psicológico, terapêutico, físico, mental ou simplesmente uma “conversa com você”.

Tem muito mais coisas e tudo do que eu escrevi acima não é somente sobre 2022. É sobre o que acontece agora na realidade do mercado e da sua empresa.

Algum tópico é uma dor mais forte para você como líder? Me envia um e-mail, um WhatsApp, um sinal de fumaça e vamos tomar um café porque você pode estar ainda mais preparado para tudo que o mercado, a sua empresa e você mesmo vai passar nos próximos tempos!

Ligue-se e Fique bem!

Mário Oliveira - CEO da Modho

Mário Oliveira - CEO da Modho

CEO da Modho Consultoria e Treinamentos, Administrador de Empresas com especialização em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas e Psicologia Organizacional. Possui formação em Mentoring e Master Coach e é Trainer e Master Practitioner e Programação Neurolinguística pela Sociedade Internacional de PNL. É especialista em Eneagrama e Liderança de Alta Performance, além de atuar em todo o Brasil com treinamentos e palestras.