Patrocínio
Volkswagen
KIA BRISA - A maior concessionária KIA do Brasil.
Calculadora em cima de papéis cheios de contas

Auditoria favorece credibilidade da locadora

13/5/19

Muitos empresários, utilizando o senso comum, partem do princípio que uma auditoria seria puramente “uma investigação da empresa” e, logo, evitam a contratação do serviço em função deste temor infundado. Também há quem pense que a auditoria serve apenas para as grandes empresas e, assim, seria um investimento injustificado para locadoras de menor porte.

Porém, a verdade é que, para locadoras dos mais diversos tamanhos, uma auditoria pode ser uma poderosa ferramenta, capaz de valorizar as empresas e até melhorar sua rentabilidade.

Dependendo do escopo e da extensão da auditoria, ela pode ser um trabalho de revisão sobre demonstrações financeiras ou ter um objetivo um pouco mais amplo, como, por exemplo, encontrar possíveis erros ou características ineficientes nos livros contábeis e nos processos de gestão.

As empresas do setor têm necessidade de recursos para renovação e ampliação de suas frotas. E aí está o primeiro ponto: como as instituições financeiras enxergam as locadoras e seus clientes? Cada uma opera de um jeito e as áreas de crédito dos bancos são diferentes também entre si.

O certo é que quem busca crédito tem que mostrar capacidade de pagamento, capacidade e eficiência de gestão, explica Marcello Palamartchuk, sócio de auditoria e consultoria da Grant Thornton no Brasil. “Nesse momento, uma empresa auditada já é vista de uma forma diferenciada”.

Quando um banco indaga ou solicita demonstrações financeiras, a locadora que possui auditoria já tem um score credit diferenciado de uma empresa que não a possui. Score credit é o sistema de pontos usado pelos bancos e pelas financeiras para classificar quais seriam seus melhores clientes. “Desta forma, empresas auditadas saem na frente na corrida por empréstimos com taxas mais atrativas”, acrescenta Marcello.

À medida que a empresa evolui em termos de porte, de governança e de necessidade de capital, há outros serviços ou produtos que as auditorias podem eventualmente prestar. “No campo prático, a gente pode estabelecer aqueles trabalhos voltados aos controles internos ou processos”, explica Marcello. Por exemplo, a prestação de serviço com objetivo de melhoria da eficiência de gestão, no sentido de melhorar processos através da implantação de sistemas e de uma gestão tributária mais adequada.

Conforme Marcello Palamartchuk, “é possível ainda prestar serviço com enfoque em gestão de patrimônios, gestão de frotas e gestão do controle patrimonial”, afirma. “Isso afeta diretamente a rentabilidade do negócio”.

Assim, mais do que uma mera revisão dos livros contábeis, uma auditoria pode promover soluções reveladoras para a gestão de um negócio. No caso de uma locadora, cujo trabalho principal é a gestão de frotas que se desvalorizam com o tempo, “rever o seu processo de gestão de patrimônio pode ser essencial para evitar erros futuros”, afirma Marcello.

Há uma gama de produtos de cunho tributário e fiscal pela qual a auditoria pode fazer uma avaliação da estrutura e da governança tributária, olhando a atividade-fim e como as empresas enxergam a revenda daqueles veículos que estão, em um determinado momento, em fase de depreciação mais acelerada.

Da Abla Notícias.