Patrocínio
Volkswagen
Consultar o CPF/CNPJ dos seus clientes ficou mais fácil e mais barato

Homens são bem mais distraídos ao volante do que as mulheres, aponta estudo

9/10/19

Homens são mais distraídos ao volante do que as mulheres. Pelo menos foi isso o que constatou um levantamento feito por uma empresa de advocacia especializada em avaliação de riscos dos Estados Unidos.

O estudo feito com 2.214 motoristas pelo país constatou que mais de 70% admitem que se distraem não só pelo uso dos smartphones ao volante.

A pesquisa concluiu que os motoristas homens são muito mais suscetíveis a se distrair, por exemplo, por tentar dirigir com os joelhos, assistir vídeos no caminho e, principalmente, para dar aquela “olhadinha” para uma pedestre, que ele considere digamos, atraente.

Segundo o estudo, comparado às mulheres, os homens são:

22% mais propensos a usar smartphone ao volante
260% mais a olhar para os pedestres enquanto dirigem
74% mais suscetíveis a conduzir o carro sem as mãos (com os joelhos, por exemplo)
70% mais distraídos assistindo vídeos na direção
Comilança perigosa

Apesar disso, quando o assunto é comer e beber dirigindo, homens e mulheres têm um comportamento igualmente ruim: 58,9% dos homens e 58,2% das mulheres admitiram comer ao volante.

Segundo o NHTSA, autoridade máxima de segurança viária nos EUA, os riscos de acidente aumentam 80% se o motorista consumir alimentos enquanto dirige.

Netflix e direção estranha

Outro dado curioso da pesquisa também chamou atenção: 17,4% dos motoristas pesquisados, abaixo dos 25 anos, admitiram que assistem filmes e séries no Netflix pelo celular enquanto dirigem ao mesmo tempo.

Por fim, o levantamento detectou um comportamento meio estranho dos motoristas de cidades do Meio-Oeste dos Estados Unidos, em Estados como Illinois, Michigan, Minnesota, Ohio e Iowa, 21,5% dos entrevistados disseram que têm o costume de “segurar” o volante do carro apenas com os joelhos, isso claro, enquanto usam seus celulares, com as duas mãos.

Por Igor Veiga, do Jornal O Tempo.