Patrocínio

O que podemos esperar no setor das Locadoras de Veículos

Artigo redigido por Paulo Miguel - Presidente da ABLA → 25/1/21

O ano de 2020 foi surpreendente em todos os sentidos, a pandemia modificou o modo de vida da maioria das pessoas no mundo, isolamento, medo do contágio, paralisou muito as pessoas e os negócios, porém isso já é passado, ainda mantemos o isolamento, temos várias restrições, mas a esperança de uma vacina que mude todo esse cenário daqui a algum tempo já é real e isso já possibilita uma grande esperança nas pessoas e nos negócios.

O setor de locação também passou por tudo isso, momentos desesperadores quando nossa frota ficou paralisada, porém não podemos reclamar, diante de todos os acontecimentos, nosso setor teve uma retomada acentuada e experimentamos uma situação que há muito tempo não víamos, pátios vazios, tarifas condizentes com o nosso negócio de locação e falta de carros nas montadoras.

Tudo isso foi 2020 para as locadoras, iniciamos o ano de 2021 com este cenário de aquecimento, ainda falta de carros nas montadoras e vários clientes esperando seus carros, temos a esperança de que as montadoras, com todos os problemas de fornecimento em sua cadeia, consigam normalizar a entrega para as locadoras agora no primeiro trimestre.

Esse novo ano traz boas perspectivas para o setor de locação, as pessoas por conta da pandemia ainda procurarão o carro alugado como forma de isolamento e aquelas que desejam ter o carro para chamar de “seu” irão optar pelo carro por assinatura. Nos últimos dias vimos diversas matérias na mídia explorando o assunto, os grandes meios de divulgação estão mostrando para as pessoas as vantagens e desvantagens entre o carro próprio e o carro por assinatura e isso trará vários clientes para as locadoras, é bom você estar preparado para isso com seu modelo de negócio para esse tipo de serviço, as condições, o contrato e o que mais quiser agregar a ele.

A locação de veículos no Brasil vem crescendo ano a ano e ainda temos muito espaço a ser explorado, tanto que a venda varejo de automóveis já percebeu que estão perdendo espaço e as concessionárias e montadoras estão montando suas locadoras para atender seus clientes. Sabemos que esse assunto é polêmico e já vimos experiências como essas não darem certo no passado, pois vender carros é um negócio e alugar é outro negócio totalmente diferente e se não houver expertise para locação o negócio é fadado ao insucesso.

As entidades como SINDLOC–MG e ABLA estão sempre atentas as mudanças de mercado e os impactos que refletiram em nosso setor, temos muitas brigas ainda pela frente para tornar nosso setor mais competitivo, brigas legislativas e jurídicas são constantes no nosso dia-a-dia para conseguir proteger e mostrar nossos diferenciais e contamos sempre com o força de nossos associados para que tenhamos uma representação forte e dinâmica.

Paulo Miguel - Presidente da ABLA

Paulo Miguel - Presidente da ABLA

É o atual presidente do Conselho Nacional da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) e diretor da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Tem formação em Direito e é especialista em implantação de negócios, negociações coletivas de trabalho, responsabilidade civil na área jurídica e de seguros. Paralelamente às atividades de empresário do setor de aluguel de veículos, atua em Conselhos Públicos de interesse da sociedade brasileira.